O Que São Deduplicação E Desduplicação

Deduplicação

A deduplicação e desduplicação são termos muito usados em gerenciamento de dados e está relacionado com os processos de eliminação de arquivos duplicados em conjunto de arquivos. 

A deduplicação e a desduplicação de dados têm nomenclaturas diferentes, mas são a mesma coisa. Ou seja, ambos os processos visam a eliminação de dados duplicados em sistemas. 

Continue lendo o nosso artigo e entenda o que é deduplicação de dados e desduplicação e como esses processos funcionam. Vem com a gente!

O Que É Deduplicação?

A deduplicação é, basicamente, um processo que faz a identificação de arquivos digitais duplicados em um conjunto de dados.

O objetivo é excluir as cópias adicionais e que só fazem volume, deixando disponíveis somente uma instância do registro. 

Como Funciona A Deduplicação De Dados?

No processo de deduplicação, primeiramente acontece a identificação de campos-chave, que são os fatores que auxiliarão na identificação dos registros duplicados. 

Depois disso, ocorre a comparação de todos os registros para detectar a duplicação dos dados. Há diversos métodos para esse processo como, a comparação exata de valores por similaridade ou mesmo a partir de regras específicas.

Ao realizar esse processo é preciso fornecer uma pontuação para cada parte de registro para identificar sua semelhança ou correspondência.

A etapa seguinte da deduplicação é fazer a classificação de registro em grupos que representam todos esses arquivos duplicados. Dessa forma, aqueles registros que possuem uma alta pontuação de correspondência são reunidos com a indicação de duplicidade. 

Depois disso, é preciso tomar a decisão de deduplicação, que deve ser feita com cautela e baseada em algumas regras específicas, que determinarão a manutenção ou exclusão dos arquivos digitais.

O Que Significa Data Deduplication?

O data deduplication quer dizer deduplicação, que é justamente o processo que exclui cópias duplicadas de dados, reduzindo a sobrecarga de armazenamento, como já mencionamos em tópicos anteriores.

O Que É Deduplicação Pós-Processo?

A deduplicação pós-processo, também é chamada de deduplicação fora de linha. Trata-se de um processo de deduplicação de arquivos, que acontece depois dos dados terem sido armazenados em um determinado sistema.

Esse mecanismo escaneia os dados para procurar os arquivos em duplicidade para a remoção das cópias adicionais. 

Vale lembrar que a deduplicação pós-processo ocorre de maneira independente do armazenamento dos dados. Além disso, esse processo pode ser feito de maneira periódica ou quando necessário. 

Quais São Os Benefícios Da Deduplicação De Dados?

A deduplicação de dados é um processo que garante muitos benefícios, principalmente, para empresas e organizações que possuem um alto volume de arquivos digitais. 

Uma das vantagens é a economia de espaço de armazenamento, já que esse processo libera o espaço para armazenamento de dados, resultando, assim, em economia para a sua empresa, que não precisará contratar mais espaço para guardar seus arquivos na nuvem ou ainda evitar novos investimentos na infraestrutura local de armazenamento.

Além disso, a deduplicação de dados também é um processo capaz de melhorar o desempenho e eficiência dos sistemas de armazenamento, principalmente, em empresas com alto volume de dados, tornando os processos muito mais ágeis. 

Outra vantagem é a diminuição do tempo para a execução dos backups e também de recuperação de arquivos, possibilitando que o processamento seja concluído de forma ainda mais rápida. 

Além disso, fazer a deduplicação antes de enviá-los para nuvem pode reduzir também a quantidade de dados a serem transmitidos, o que resulta em uma economia de largura de banda. 

Entre as vantagens desse processo, podemos citar ainda a melhoria da qualidade dos dados, já que você consegue diminuir possíveis inconsistências ou conflitos de arquivos em todo o ambiente.

Sem contar que a deduplicação garante ainda a melhoria na recuperação em caso de desastres ou perda de dados, principalmente, porque o processo de restauração é mais rápido, diminuindo o tempo de inatividade e prejuízos ao seu negócio. 

Ao ter uma menor quantidade de dados duplicados, é possível ter uma gestão mais eficiente, simplificando processos e análises. 

Quais As Principais Abordagens Principais De Deduplicação No Mercado?

Hoje em dia, há as mais diversas abordagens de deduplicação no mercado. Uma delas é a 

deduplicação baseada em conteúdo, que executa a comparação de conteúdo de dados para identificar as duplicidades de arquivos. 

Há ainda a deduplicação baseada em blocos, onde os dados são divididos em blocos menores. Ou seja, a comparação é, na verdade, feita em bloco e não em dados únicos, para uma posterior exclusão. 

Outra abordagem é a deduplicação baseada em fingerprints, que cria uma representação compacta dos arquivos, chamada também de impressão digital, calculados a partir de características ou padrões de arquivos.

O mercado disponibiliza ainda a deduplicação baseada em inteligência artificial e aprendizado de máquina, aplicado para a identificação de padrões e características que indicam a duplicação dos arquivos. 

Por fim, você também pode usar a deduplicação baseada em metadados, que são aspectos, como tamanho, data da criação, autor, etc. Todos estes fatores podem ser usados para fazer as identificações de duplicidade. 

O Que É Deduplicação Em Nível De Arquivo?

A deduplicação em nível de arquivo atua em unidades de arquivo completas. Ou seja, essa abordagem faz a comparação dos arquivos de forma geral, envolvendo análise de características de cada arquivo. 

Normalmente, ela é usada em sistemas de backup, armazenamento em nuvem e outras soluções.

O Que É Deduplicação Em Nível De Bloco?

Já a deduplicação em nível de bloco é um processo que atua em unidades de bloco, ao invés de operar em arquivos completos. 

Os arquivos são subdivididos em blocos, também chamados de segmentos e este tipo de deduplicação foi criada porque os arquivos possuem segmentos idênticos em arquivos diferentes. 

Qual A Relação De Deduplicação ou Desduplicação De Dados?

A deduplicação e a desduplicação de dados são a mesma coisa. Ou seja, ambos os processos visam a eliminação de dados duplicados em sistemas. 

Nesse sentido, esses procedimentos identificam e removem cópias de arquivos redundantes, mantendo, dessa forma, somente uma única cópia.

Lembrando que, por conta da sua eficiência e economia, esse processo tem sido usado de forma ampla em diferentes perfis de empresas, principalmente, para a realização de backup, armazenamento de dados, sistemas de arquivos, etc. 

Qual A Diferença Entre Deduplicação E Armazenamento De Instância Única?

A deduplicação e o armazenamento de instância única são processos relacionados, mas porém, com abordagens distintas, mas sempre com o objetivo de diminuir as redundâncias de dados nos sistemas.

A deduplicação de dados, como já explicamos, identifica e elimina arquivos duplicados de dados em um sistema, que pode ser tanto em nível de bloco quanto de arquivo. O objetivo é manter apenas uma cópia do mesmo dado.

Já o armazenamento de instância única é um procedimento que mantém apenas uma instância de um arquivo ou objeto, independentemente da quantidade de usuários ou sistemas.

Isso quer dizer que embora vários usuários armazenem um mesmo arquivo, será mantida apenas uma cópia no sistema de armazenamento.

Qual A Diferença Entre Deduplicação E Compressão?

Há algumas diferenças muito relevantes entre a deduplicação de dados e a compressão. Para ficar mais claro, listamos aqui alguns aspectos importantes, confira:

Processo

O primeiro deles é o processo. A deduplicação identifica e elimina as duplicatas em um conjunto de dados que, como já abordamos neste artigo, pode ser feito em nível de bloco, arquivo ou aplicativo.

Enquanto isso, a compressão é, basicamente, a transformação dos arquivos com a utilização de algoritmos matemáticos. O objetivo desse método é reduzir o volume de espaço de armazenamento. 

Taxa De Redução De Tamanho

Outro aspecto é a taxa de redução de tamanho. Isso porque, no caso da deduplicação, os dados são modificados de forma substancial, podendo variar entre 4:1 até 20:1. Inclusive há dados que podem chegar a 200:1.

Já a compactação é um procedimento que faz a diminuição dos dados para a proporção de 2:1 até 2,5:1, dependendo dos programas e dos tipos de arquivos disponíveis. 

Perda De Dados

A deduplicação faz o agrupamento de dados para a manutenção e armazenamento de uma única cópia dos dados.

Enquanto isso, no processo de  compactação o tamanho dos arquivos é reduzido. 

Sendo assim, não há perda de dados no processo de desduplicação e compactação.

Alterações Nos Dados

No processo de desduplicação, os arquivos são tratados de forma substancial por conta de análise e comparação de hash e com a criação de ponteiros lógicos para o mesmo arquivo. 

Traduzindo! O dado existe somente em um local do seu armazenamento, todas as outras cópias são virtuais e apontam para o mesmo arquivo. 

Então na desduplicação não ocorre a alteração dos dados,  é apenas um método mais inteligente de armazenar o arquivo e liberar espaço no seu armazenamento.

Por outro lado, com a compactação, os dados podem ser usados do jeito que estão, já que os arquivos principais são os mesmos. Lembrando que esse processo faz a remoção de dados extras, porém, o pacote de dados principal não muda.

Na compactação os dados originais são mantidos durante o processo de compactação e após o conclusão é gerado um arquivo grande com todos os arquivos originais e compactados. Você poderá escolher em manter os originais e o compactado, ou somente o compactado para economizar espaço de armazenamento.

Quando Usar A Deduplicação De Dados?

É possível usar a deduplicação de dados em diferentes situações em que é necessária a diminuição da duplicata dos dados.

Você pode usar essa técnica em sistema de armazenamento para diminuir o espaço utilizado. Além disso, é possível implementá-lo em rotinas de backup e recuperação de dados, um cuidado fundamental para aumentar a velocidade dos processos de recuperação. 

O gerenciamento de documentos também é outra situação que sua empresa pode utilizar para a deduplicação, evitando que os mesmos arquivos sejam guardados nos sistemas.

Em ambientes com sistemas de arquivos compartilhados, esse processo também é muito eficiente para evitar a duplicação de arquivos quando vários usuários acessam o sistema e fazem cópias iguais. 

A deduplicação pode ser usada ainda para armazenamento em nuvem, para otimizar os espaços e também para a migração de dados, reduzindo tempo de execução.

Qual É Taxa De Deduplicação De Dados?

Não há uma taxa de deduplicação de dados exata, já que ela depende dos mais diversos aspectos, como nível de bloco, arquivo, aplicativo, algoritmo de deduplicação, volume de arquivos redundantes em um conjunto de dados.

Como Fazer A Implementação Da Deduplicação De Dados?

Para implementar o processo de deduplicação de dados, é preciso analisar primeiramente o tipo de sistema e aplicação usada.

A partir disso, defina os objetivos, que podem ser os mais diversos, como redução de custos, otimização de processo e backup, otimização de espaço de armazenamento, etc. 

Com essa definição, o passo seguinte é fazer uma análise minuciosa dos dados, que estão em duplicidade, identificando padrões, como blocos de arquivos repetidos, por exemplo. 

Agora, você precisa escolher uma abordagem que seja coerente com as necessidades da sua empresa. Essas abordagens são em nível de bloco ou de arquivo. 

Escolha as tecnologias que deseja usar e que atende as necessidades estruturais e financeiras do seu negócio. 

Ao contratar essas soluções de deduplicação, configure toda a dinâmica do processo, o que envolve criação de algoritmos de comparação, métodos para a substituição de duplicatas, etc. 

Não esqueça de fazer testes para garantir que o processo é feito de forma correta. Se necessário, faça ajustes para potencializar o desempenho do processo de deduplicação de dados.

Conclusão

Depois de ler o nosso artigo, ficou mais claro o que é deduplicação, não é mesmo?

Lembre-se que a implementação desse processo pode ser complexa, principalmente, em empresas que possuem grandes volumes de dados.

Sendo assim, busque sempre a orientação de especialistas ou consultores em gerenciamento de dados para garantir uma implementação adequada e eficiente.

Deduplicacao 1

Se você busca deduplicação para backup de dados, conheça o Backup PRO.

Nossa tecnologia de desduplicação para backup é compatível com diversos sistemas, aplicações, bancos de dados e virtualização, proporcionando a segurança dos dados da organização.

2022. Todos os direitos reservados. Criado por @setezeromeia.