Guia Completo Com Tudo Sobre Manutenção Preventiva

manutencao-preventiva
banner-agendamento-online

A manutenção preventiva é um procedimento essencial em empresas de diferentes setores e portes, principalmente, porque ela ajuda a evitar falhas inesperadas em equipamentos e sistemas, reduzindo custos extras com paradas indesejadas. 

Dessa forma, a manutenção preventiva é capaz de aumentar a confiabilidade operacional, diminuindo episódios de interrupções na produção, além de melhorar a eficiência dos processos, o que resulta em economia financeira e maior competitividade no mercado.

Quer entender o que é manutenção preventiva, como esse procedimento funciona, vantagens e como criar um plano eficiente? Continue lendo o nosso artigo!

O Que É A Manutenção Preventiva?

Como mencionamos na introdução deste artigo, a manutenção preventiva é uma estratégia de manutenção de equipamentos, sistemas, dispositivos, etc, que envolve manutenções planejadas e, como o nome sugere, preventivas, a fim de evitar falhas, minimizar o desgaste e estender a vida útil dos ativos. 

Esse procedimento deve ser realizado de forma regular, antes que ocorram problemas ou quebras dos ativos responsáveis pela operação da empresa. 

Conceitos Importantes Da Manutenção Preventiva

A manutenção preventiva tem três conceitos importantes: programação, organização e administração da manutenção. Entenda mais nos tópicos abaixo:

Programação

A programação é um conceito que determina qual o profissional que será encarregado da visita ao cliente, agendando a data e a hora para a prestação do serviço. 

Além disso, neste estágio, é estimado o tempo médio necessário para que o técnico conclua suas atividades de forma eficiente.

Organização

O conceito da organização abrange o processo operacional da empresa, que inclui desde a gestão até a definição do profissional executor, seguindo padrões de qualidade e estrutura estabelecidos pela empresa para atingir as metas desenhadas.

Administração

No caso da administração da manutenção, esse conceito está relacionado ao método em que os gestores regulam e supervisionam os processos utilizados em todas as etapas, incluindo ainda a análise de dados para as tomadas de decisão informadas.

Por Que A Manutenção Preventiva É Importante?

A manutenção preventiva é uma medida importantíssima para as empresas que possuem ativos usados em todo o seu processo operacional. 

Isso porque, por atuar de forma antecipada a possíveis falhas, é possível identificar e corrigir problemas em sistemas, evitando problemas maiores e complexos, que podem acarretar em paralisações de operações e custos elevados de reparos com manutenção ou substituição prematura de equipamentos ou sistemas.

Somado a isso, a adoção da manutenção preventiva é fundamental nas empresas também, porque ela possibilita que os ativos sejam mantidos em bom estado de conservação por mais tempo, prolongando sua vida útil e retardando os investimentos em novas máquinas. 

Com isso, a empresa consegue maximizar o retorno sobre o investimento, reduzindo a necessidade de comprar novos equipamentos de forma frequente.

Qual É O Objetivo Da Manutenção Preventiva?

O objetivo da manutenção preventiva é atuar de maneira antecipada, diminuindo a possibilidade de falhas em equipamentos e sistemas, além de minimizar os desgastes dos ativos. 

A finalidade da manutenção preventiva é potencializar a confiabilidade operacional e reduzir custos associados a paradas não programadas e reparos emergenciais, o que resulta também em uma operação mais segura, eficiente e econômica. 

Quais São Os Tipos De Manutenção Preventiva?

Além da manutenção preventiva, há outras metodologias muito usadas nas empresas. Confira as características de cada tipo de manutenção existente e as principais diferenças entre elas: 

Manutenção Preventiva E Manutenção Corretiva

A manutenção preventiva e a manutenção corretiva são duas abordagens diferentes, mas que andam lado a lado no processo operacional de uma empresa. 

Ambas são imprescindíveis para a gestão e preservação de equipamentos e sistemas em uma organização.

Como explicamos, a manutenção preventiva é aquela que atua de maneira antecipada, com ações planejadas e regulares, com a finalidade de evitar falhas e estender a vida útil dos ativos. 

Ao adotá-la, é possível reduzir as paradas não programadas e também os custos elevados de reparo emergencial.

Por outro lado, a manutenção corretiva é aquela que precisa ser executada após a ocorrência de uma falha ou problema em um equipamento ou sistema, como computadores, por exemplo.

Nesse caso, as ações são realizadas para corrigir falhas ou defeitos dos ativos, garantindo o seu funcionamento normal. 

No caso da manutenção corretiva, existem dois tipos de correção. Uma delas é a manutenção corretiva não planejada, quando a falha acontece de maneira imprevista e requer reparo imediato. Já a manutenção corretiva planejada é aquela quando as correções são feitas de forma programada após a identificação de um problema, que normalmente ocorre após uma falha. 

Esse tipo de manutenção corretiva pode aumentar os custos das empresas, pois reparos emergenciais tendem a ser mais caros quando comparado com manutenção preventiva.

Manutenção Preventiva E Manutenção Preditiva

A manutenção preventiva e a manutenção preditiva são metodologias proativas que tem como finalidade assegurar a confiabilidade e a eficiência de equipamentos e sistemas.

No caso do método preventivo, como já mencionamos, ele realiza ações planejadas e programadas, tendo como referência diferentes fatores, como tempo, utilização e desempenho dos ativos. 

A  sua finalidade é evitar falhas previsíveis, diminuindo, portanto, paradas não programadas das operações, que podem resultar em custos elevados com reparos.   

Por outro lado, a manutenção preditiva realiza um acompanhamento contínuo e coleta de dados em tempo real para prever o momento mais adequado para a realização da manutenção, detectando sinais de desgaste ou possíveis falhas em equipamentos e sistemas.

Esse tipo de manutenção utiliza tecnologias e sensores que auxiliam na identificação de sinais de potenciais falhas. 

Com isso, a manutenção preditiva consegue fazer uma intervenção muito mais precisa, reduzindo a necessidade de paradas não planejadas e gastos com reparos.

Quais As Vantagens Para Adotar A Manutenção Preventiva?

Ao chegar até aqui, possivelmente, você já entendeu a importância da manutenção preventiva, mas para que esse tema fique ainda mais claro, listamos algumas das principais vantagens desta metodologia. 

Redução De Custos

Como mencionamos, a manutenção preventiva é capaz de reduzir custos de diferentes maneiras. 

Ao detectar e fazer a correção de problemas em fases iniciais, sua empresa consegue evitar gastos com reparos internos ou mesmo com a contratação de uma empresa especializada neste tipo de serviço.

Essa redução de custos também influencia nas substituições prematuras de sistemas e equipamentos, que podem exigir investimentos ainda mais elevados.  

Aumento da Vida Útil e Qualidade dos Equipamentos

O aumento de vida útil e a qualidade dos equipamentos também estão entre os principais benefícios da manutenção preventiva.

Isso porque, ao detectar falhas precoces e evitar danos mais significativos, sua empresa consegue garantir que os ativos permaneçam funcionais por muito mais tempo, potencializando, assim, o retorno sobre o investimento.

Sem contar que a manutenção preventiva também ajuda a manter a qualidade dos produtos ou serviços, já que os sistemas e equipamentos em bom estado de conservação podem proporcionar resultados mais consistentes e confiáveis.

Prevenção de Acidentes

Não podemos deixar de citar que esse tipo de manutenção também é benéfico para as empresas no que se refere a prevenção de acidentes. 

Lembre-se que sistemas e equipamentos mal conservados são mais suscetíveis a falhas, que podem acarretar em situações perigosas não somente para os operadores, mas também para todo o ambiente empresarial. 

Ao realizar manutenções preventivas regulares, sua empresa consegue identificar e solucionar problemas que podem gerar acidentes, melhorando a segurança operacional, protegendo colaboradores no espaço de trabalho e, claro, evitando problemas maiores com ações judiciais. 

Quais São As Desvantagens Da Manutenção Preventiva?

Embora a manutenção preventiva seja uma metodologia com muitos benefícios para as empresas, ela também pode apresentar algumas desvantagens. 

Uma das principais desvantagens deste tipo de manutenção está relacionada ao custo de implementação, pois ela requer a realização de inspeções e substituições de componentes regulamentarmente, mão de obra, peças para reposição, etc.

Além disso, a possibilidade de erros durante a manutenção também é uma das desvantagens, já que falhas podem acontecer em caso de ações mal planejadas. 

Dessa forma, é importante que a manutenção preventiva seja feita de maneira equilibrada e planejada, para reduzir, ao máximo, os impactos negativos que a ação pode gerar no sistema operacional da sua empresa.

Quais São As Falhas Evitadas Pela Manutenção Preventiva?

Existem duas principais falhas que podem ser evitadas pela manutenção preventiva. Uma delas é a falha potencial, que acontece quando um sistema ou equipamento apresenta defeito, mas ainda consegue executar sua função. 

Mesmo que essa falha esteja em fase inicial, quando não corrigida, ela pode comprometer a eficiência do equipamento ao longo do tempo, o que leva a uma falha funcional.

Nesse caso, a falha funcional ocorre, normalmente, em uma etapa mais avançada, tornando o sistema incapaz de operar em sua totalidade, não atendendo aos critérios de operação satisfatória, levando a perda total da sua função, paralisando as operações. 

O Que É Plano De Manutenção Preventiva?

Um plano de manutenção preventiva é um conjunto de diretrizes estabelecidas que visam garantir que equipamentos e sistemas operem com confiança, segurança e eficiência. 

Esse plano envolve a realização de atividades de manutenção programadas em intervalos regulares para evitar problemas antes que ocorram, em vez de reagir a eles após sua ocorrência.

Como Implantar A Manutenção Preventiva Na Empresa?

Para elaborar um plano de manutenção preventiva na sua empresa, você precisa fazer um levantamento de dados de todos os sistemas e equipamentos em operação, incluindo informações precisas, como histórico de falhas e manutenções realizadas. 

Esse cuidado é importante para determinar a regularidade ideal das intervenções com base em padrões identificados.

Além disso, esse plano deve envolver ainda uma análise de custos associados à manutenção preventiva, como a compra de equipamentos e materiais necessários, mão de obra, uso de software para a gestão, etc. 

Essa avaliação é essencial para evitar custos elevados e tornar o processo ainda mais eficiente. 

A partir disso, é preciso criar um cronograma para o registro e execução da rotina de manutenção preventiva, incluindo dados, como a frequência das manutenções, datas programadas, profissionais responsáveis pelas ações, prazos para a realização da manutenção preventiva e investimentos necessários. 

É importante criar ainda um checklist para que todos os processos sejam feitos de maneira adequada e dentro dos critérios de segurança, garantindo que os equipamentos e sistemas sejam reparados de forma correta.

É importante ainda que os gestores acompanhem o progresso das atividades de manutenção preventiva, incluindo feedback dos operadores dos equipamentos e a análise de métricas de desempenho para identificar oportunidades de melhoria no plano de manutenção preventiva.

Principais Erros Para Evitar Na Sua Manutenção Preventiva

Para elaborar um plano de manutenção preventiva adequado, é preciso evitar uma série de erros como, por exemplo, a falta de organização, que inclui a ausência de definição do modo de operação, prazos, frequência das manutenções, recursos utilizados, etc. 

Lembre-se que, quando mal planejada, as manutenções preventivas podem causar danos às operações, que podem impactar negativamente em toda a cadeia produtiva. Portanto, é preciso que nenhum detalhe passe despercebido.  

A falta de treinamento adequado para as equipes também é um dos erros que você deve evitar na manutenção preventiva

Por isso, todos os envolvidos nesse procedimento precisam estar cientes dos detalhes do plano de manutenção, dos cronogramas e também das decisões tomadas. 

O objetivo é evitar falhas na comunicação, que podem gerar erros ou atrasos nos processos de manutenção. 

O ideal é fazer reuniões regulares para apresentar o plano de manutenção, permitir troca de informações sobre as demandas e processos em andamento para obter insights para otimizar o plano de manutenção preventiva.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é manutenção preventiva, como fazer e quando fazer, chegou a hora de colocar a mão na massa e executar o melhor plano de reparos de máquinas e equipamentos. 

Saiba que esse tipo de manutenção também é importante para a segurança da informação e na continuidade dos serviços da infraestrutura de TI da sua empresa.

Na HLTI sistemas robotizados planejam e geram chamados para manutenção preventiva periodicamente. São aplicados checklists e conferidos muitos itens tanto em sistemas operacionais e também em equipamentos.

Sua empresa pode utilizar estes serviços de manutenção preventiva que fazem parte do portfólio dos serviços de Suporte Técnico da HLTI.

Gostou do nosso artigo? Então, continue por aqui, pois trazemos temas relevantes sobre o mundo empresarial, segurança cibernética e muito mais. 

Além de garantir a eficiência operacional da sua empresa, não esqueça que os dados que circulam em seus processos internos também são essenciais para a manutenção das atividades. 

Quer proteger dados da sua organização? Conheça a HLTI, somos uma empresa especializada em backup em nuvem e nos produtos Backup PRO e Veeam Backup & Replication.

2022. Todos os direitos reservados. Criado por @setezeromeia.