Guia Com Tudo Que Precisa Saber Sobre Backup Completo

Backup Completo
banner-agendamento-online

O backup completo é uma das principais medidas adotadas pelas empresas para proteger dados e arquivos sensíveis para a sua operação. 

Esse tipo de backup é considerado a base para outros formatos de backups, criado para evitar que organizações percam informações valiosas, na ocorrência de falhas no sistema, erros humanos, desastres naturais e até ataques cibernéticos.

Mas você sabe o que é backup completo? Como funciona? Quais as suas vantagens e como adotá-lo na sua empresa? Vem com a gente e confira um guia completo sobre o tema!

O Que É O Backup Completo?

O backup completo é uma modalidade de backup, que executa uma cópia de segurança de todos os dados e arquivos de um sistema, rede ou dispositivo de armazenamento. 

Basicamente, esse tipo de backup cria uma cópia de backup mais abrangente, já que ele inclui em seu processo todos os arquivos existentes em um determinado sistema.

Para ficar mais claro, o backup completo copia todos os dados – sem exceção – existentes em um sistema para outro dispositivo, que pode ser um sistema de armazenamento em nuvem, NAS, Storage SAN, disco rígido, armazenamento local, etc. 

Dessa forma, em caso de perda de dados, sua empresa consegue garantir a segurança de dados de maneira abrangente, promovendo a restauração de todos os arquivos existentes.

O backup completo é um processo que exige mais espaço de armazenamento e tempo para a sua execução, visto que todos os dados copiados a cada procedimento de backup

Como O Backup Surgiu?

O backup é um processo que surgiu há muito tempo, mas de forma diferente do que temos hoje.

Foi usado pela primeira vez em volta de 1725, e melhorado em 1801, mas só foi incorporado para uso na informática em 1832. 

Só se expandiu para computadores eletrônicos em 1950 com a IBM desenvolvendo esses cartões para processamento de dados. 

Ao longo dos anos, esse sistema de backup evoluiu com o surgimento de disquetes, na década de 1960.

Já na década 1980, entrou em cena o CD-ROM, um sistema com maior capacidade de armazenamento. Depois disso, surgiu o pendrive, que também revolucionou a forma de armazenamento de dados. 

Ao longo dos anos, a tecnologia trouxe novas formas de backup, garantindo ainda mais segurança aos dados não somente de empresas e organizações, mas também de pessoas comuns.

A facilidade de acesso a esses sistemas tornou o backup ainda mais popular. Serviços de backup e armazenamento em nuvem, como o Google Drive, por exemplo, foram responsáveis por tornar essa tecnologia ainda mais acessível para todos. 

No entanto, nos dias de hoje se entende que o Google Drive não pode ser considerado como backup para uso empresarial, pois tem características de sincronização.

São considerados locais de armazenamento para backup empresarial: a nuvem, servidor de arquivos, Storage NAS, Storage SAN, fitas LTO e cofres de backup.

Quais As Vantagens Do Backup Completo?

O backup completo é um processo que apresenta uma série de vantagens para as empresas; por isso, é também uma tecnologia muito usada atualmente. 

Uma delas é a recuperação abrangente de dados, visto que o backup completo faz cópias de todos os dados presentes em um sistema. 

Sendo assim, em caso de perda de dados, você consegue fazer a restauração de todos os arquivos, independente do seu grau de relevância para a operação e continuidade dos negócios. 

Além disso, o backup completo é também um procedimento que permite uma flexibilidade na restauração, já que é possível restaurar arquivos individuais ou pastas específicas, dependendo da necessidade da sua empresa.

Quais As Desvantagens Do Backup Completo?

Mesmo tendo muitas vantagens, o backup completo também apresenta algumas desvantagens, que merecem ser mencionadas neste artigo. 

Uma das principais é o consumo de espaço de armazenamento, já que esse tipo de backup copia todos os dados de um sistema, o que pode acarretar em um consumo de espaço de armazenamento muito maior. 

Conforme os backups são realizados, será necessário investir em outros dispositivos locais ou em espaços maiores em sistemas em nuvem. Isso pode representar um aumento nos custos. 

Outra desvantagem é o tempo para a realização do backup completo, já que, por fazer a cópia de todos os dados, o tempo pode ser maior para a conclusão das cópias, quando comparado com outros tipos de backup, como incremental ou diferencial, por exemplo. 

Sendo assim, dependendo do volume de arquivos e da velocidade do sistema de armazenamento, o tempo para a execução desse processo pode ser significativo, podendo até prejudicar a eficiência e a produtividade dos seus sistemas. 

Somado a isso, o backup completo necessita de uma maior utilização de largura de banda, em razão da quantidade de dados a serem copiados, impactando o desempenho da rede, principalmente, se a sua empresa tem recursos limitados. 

O backup completo também pode dificultar a gestão de versões de arquivos, já que esse procedimento copia todos os dados, o que pode atrapalhar a localização dos arquivos. 

Quais São Os Demais Tipos De Backup?

Além do backup completo, há outros tipos de backup que são muito usados pelas empresas e, claro, oferecem vantagens e características diferentes, atendendo as mais variadas necessidades das organizações.

Listamos abaixo os demais tipos de backup oferecidos pelo mercado. Confira!

Backup Incremental

O backup incremental é muito vantajoso e eficiente, principalmente para as companhias que buscam recursos mais ágeis. 

Esse tipo de backup é considerado um dos procedimentos mais rápidos, uma vez que ele faz cópias de segurança apenas dos arquivos que sofreram algum tipo de modificação ou foram criados desde o último backup incremental.

Sendo assim, esse processo economiza tempo e espaço de armazenamento. 

Esse tipo de backup é recomendado para empresas que precisam executar backups com frequência, como diários ou em vários horários do dia.

Como apenas os arquivos modificados ou criados desde o último backup incremental são copiados, esse tipo de backup pode ser executado com frequência sem consumir muito espaço de armazenamento.

Backup Diferencial

O backup diferencial é um método de backup que cria uma cópia completa de todos os dados alterados desde o último backup completo.

Diferentemente do backup incremental, que copia somente dados alterados desde o último backup incremental, o método diferencial faz cópias de todos os arquivos modificados desde a realização do último backup completo.

Para você entender, na primeira vez que é feito o backup diferencial, seu sistema faz uma cópia completa de todos os dados escolhidos, um processo bem parecido com o backup completo.

Nos backups subsequentes, o método diferencial copia somente dos dados alterados desde o último backup completo.

Normalmente, esse tipo de backup é executado em intervalos regulares, tanto diário, semanal ou mensal. 

Sempre que esse processo é finalizado, ele faz uma marca de tempo, indicando que a cópia foi concluída, o que possibilita que a próxima execução entenda qual o backup completo deve ser usado como ponto de partida para a realização das cópias de segurança. 

Sendo assim, ao fazer a restauração dos arquivos, você só precisa fazer a restauração somente do último backup completo e o último backup diferencial, tornando esse processo mais rápido. 

Contudo, esse processo de backup requer mais espaço de armazenamento quando comparado com o método incremental. 

Backup Em Nuvem

Por sua vez, o backup em nuvem é um método que faz cópias de segurança em uma estrutura de armazenamento feita em um servidor remoto.

Nesse caso, as cópias de segurança são hospedadas em um datacenter, ou seja, em um centro de processamento de dados de uma empresa contratada. 

Para garantir a segurança das informações, esse tipo de backup usa diversas tecnologias, como a criptografia de dados, que transforma informações legíveis em um formato ilegível, usando algoritmos avançados de proteção. 

Seu objetivo é proteger a confidencialidade, integridade e autenticidade dos dados. 

Além disso, o backup em nuvem usa também um período de retenção, que mantém versões alteradas e deletadas das informações presentes no sistema. 

Na tecnologia de backup em nuvem, outro recurso usado é a compactação dos dados, para otimizar o espaço do sistema de armazenamento, além da restrição de acesso, permitindo apenas que pessoas autorizadas possam usar o sistema e acessar as informações. 

Além de armazenar um volume alto de informações, o backup na nuvem emite relatórios constantes, a partir de um monitoramento das atividades do sistema. 

Backup Incremental Vs Diferencial Vs Completo: Principais Diferenças

Os backups incrementais, diferenciais e completos são métodos que fazem a cópia de segurança e dados, porém, cada método tem características e procedimentos diferentes. Entenda mais!

O backup completo é um procedimento, que copia todos os dados de um sistema. Já o incremental copia somente os dados foram modificados desde o último backup, seja completo ou incremental.

Enquanto isso, o método diferencial copia somente os arquivos dos dados modificados desde o último backup completo.

Além disso, o backup completo é, normalmente, a primeira etapa de um plano de backup. o incremental é realizado com mais frequência, copiando apenas as modificações recentes.

Por sua vez, o método diferencial é feito com menos frequência do que o método incremental.

Já o backup incremental apresenta um processo rápido, pois copia apenas os dados alterados desde o último backup, ocupando menos espaços. 

Por outro lado, o diferencial tem um processo mais rápido do que o backup completo, pois copia somente as alterações desde o último backup completo, além de ocupar mais espaço de armazenamento.

Como Fazer Um Backup Completo?

Para fazer um backup completo, o primeiro passo é escolher o local de armazenamento mais adequado para as necessidades da sua empresa, que pode ser um Storage NAS, Storage SAN, servidor em nuvem, unidade de rede, cofre digital para backup e outros. 

Lembre-se sempre de escolher um dispositivo confiável e seguro para garantir a proteção total dos arquivos sensíveis para a operação da sua companhia.  

Após definir o repositório de backup, você deve estabelecer uma programação de execução de backup completo. Neste momento, analise as necessidades da sua empresa para determinar o intervalo ideal, que pode ser diário, semanal, mensal.

Para estabelecer um período ideal, considere, por exemplo, o volume de dados e o tempo necessário para fazer o backup. 

Para executar o backup completo, reúna todos os arquivos, pastas e dados que necessita para ser copiado para o dispositivo de armazenamento escolhido.

Após finalizar a execução do backup, verifique também a integridade do backup. O ideal é fazer testes de restauração para assegurar que os arquivos possam ser recuperados de maneira correta, sem caso de necessidade.

Não deixe de manter também uma rotina de backup com base no cronograma definido. Monitore esses processos e faça os ajustes necessários. 

Vale A Pena Apostar No Backup Completo?

A resposta é depende. Isso porque, antes de apostar no backup completo, você precisa analisar as necessidades da sua empresa. 

De qualquer forma, é importante esclarecer que o backup completo é um método muito recomendado para empresas dos mais variados segmentos, principalmente, porque ele garante total segurança a todos os arquivos importantes para a sua companhia. 

Outra motivo que vale a pena apostar no backup completo é que você consegue ter uma recuperação rápida dos dados, já que é possível restaurá-los de uma única vez, sem precisar

identificar e restaurar arquivos de maneira individual, acelerando, assim, esse processo e reduzindo o tempo de inatividade em caso de perda de dados.

E o melhor é que com o backup completo mantém sempre protegidos de quaisquer riscos, como ransomware, um ataque hacker em que os arquivos são sequestrados por criptografia e tornados inacessíveis até que um resgate seja pago. 

Com uma cópia completa dos dados, você pode restaurar seus sistemas sem precisar pagar o resgate e sem paralisar as atividades da sua empresa.

Mas lembre-se sempre sobre a importância de analisar todos os fatores antes de escolher o backup completo, pois esse método exige mais espaço de armazenamento e tempo para a execução do processo de cópias. 

Conclusão

Agora que você já conhece o que é backup completo, suas vantagens, diferenciais em relação a outros métodos e como adotá-lo na sua empresa, lembre-se sempre de escolher o melhor dispositivo de armazenamento de dados.

Esse cuidado é essencial para garantir que as informações da sua empresa, de fato, estejam protegidas contra qualquer incidente, como roubos, sequestros ou perda em decorrência de diferentes situações. 

Sendo assim, para garantir a realização de backups eficientes, invista em uma solução de backup segura para a sua empresa, pois ela manterá seus dados protegidos e disponíveis em qualquer situação.

Quer proteger os dados da sua organização? Então, conheça a HLTI, somos uma empresa especializada em backup em nuvem e nos produtos Backup PRO e Veeam Backup & Replication.

Essas tecnologias são compatíveis com diversos sistemas, aplicações, bancos de dados e virtualização, proporcionando a segurança dos dados da organização.

2022. Todos os direitos reservados. Criado por @setezeromeia.